r.izze.nhas

Resenhas e aleatoriedades literárias.

Menu Close

Ações literárias no Twitter

O modo de ler está ficando cada vez mais diferente por causa das novas tecnologias digitais. Não só em se tratando de livros “físicos”, mas o sentido geral de ler. Links, vídeos, áudio… Tudo isso agrega mais informação a uma leitura. E agora o Twitter também causa sua “revolução no modo de ler”. Um dos primeiros movimentos “literários” que vi no microblog foram os microcontos. Se não me engano, haviam até concursos para escolher o melhor. E, convenhamos, contar uma história em 140 caracteres não deve ser nada fácil.

Agora me parece que os microcontos deram uma parada. Pelo menos faz um tempinho que não vejo mais algum nas minhas atualizações. Mas tem outras ações permeando o Twitter que são bem interessantes. O Sorel, lá do Meia Palavra, achou uma bem legal, que eu acho mais interessante ainda do que os microcontos. Isso porque não envolve criação, mas reflexão. Esse ideia é o One book, one twitter, e veio de Jeff Howe. Nesse artigo do site Wired ele faz a seguinte proposta: e se todos lerem o mesmo livro, ao mesmo tempo e formarem um grande clube do livro internacional?

Explicando: o sentido dessa ação é construir uma grande rede de discussão literária no Twitter. Através da hashtag #1b1t, os usuários do microblog postariam suas opiniões sobre o livro escolhido para ler. A sugestão e escolha dos livros a serem lidos pode ser feito no próprio Wired ou então pelo Twitter mesmo através da hashtag, e a partir da escolha começam as discussões. Eu achei essa iniciativa bem bacana, e seria bem legal se depois reunissem os melhores comentários e com eles montassem um texto só. Uma resenha “universal”.

O único problema, na minha opinião, é que quando você for procurar pelas respostas através da hashtag, você vai ter que passar por milhares de tweets dizendo “gostei”, “não gostei”, “muito legal”, “muito chato” e afins. Porque a maioria realmente não deve entender que o objetivo é discutir o livro. E ficar só nessas opiniões não é discutir.Pelo menos é isso que eu percebo em outros lugares na internet, como nas “resenhas” do Skoob.

Gostou da ideia? Não? Alguma sugestão para uma versão mais tupiniquim? Opiniões sempre são bem-vindas! E enquanto as discussões não começam, pelo menos dá pra acompanhar o que o pessoal tá sugerindo pelo Twitter. É só pesquisar a hashtag: 1b1t.

Ps.: aproveitando que o assunto é Twitter, siga-me aqui!