r.izze.nhas

Resenhas e aleatoriedades literárias.

Menu Close

Contos da Mais-Valia & Outras Taxas, de Paulo Tedesco

Não existe tarefa mais comum que o ser humano faz do que trabalhar. É algo necessário pra conseguir dinheiro para conseguir “sobreviver”. Esse mundo do trabalho é o tema do livro Contos da Mais-Valia & Outras Taxas, de Paulo Tedesco, publicado pela editora Dublinense. O leitor encontra nele personagens com que cruza todos os dias pela rua, ou então retratos de si mesmos. Dos cargos de altos escalões aos pequenos promotores de venda, os contos de Tedesco englobam as mais comuns intrigas profissionais e frustrações pelas quais passam todos os que enfrentam a vida no mercado de trabalho.

O autor divide o livro em três partes que abordam os tipos de empregados: comissionados, pró-laboreados e assalariados. Cada parte é formada por determinado número de textos que trazem personagens de diferentes ramos profissionais e seus dramas que ou envolvem problemas no trabalho ou pessoais, mas que influem em suas tarefas. O primeiro conto já abre o livro com as disputas pelo sucesso em uma empresa. Enquanto se encaminham para o trabalho, dois corretores de imóveis reclamam de um colega que fecha seus negócios, roubando suas comissões. Tedesco aponta a hipocrisia dos funcionários, mostrando que aquele que reclama da falta de ética do colega não deixa de fazer diferente, fechando o texto de forma pitoresca, mas que acentua a prática de “passar a perna” para se dar bem nos negócio.

Um dos contos mais divertidos é O Aldeão & os Bárbaros, em que o presidente de uma pequena empresa arma todo um cenário de desconforto para as reuniões com representantes de banco que vêm até ele fazerem propostas de crédito. Tudo é armado para que os representantes se compadeçam da aparente falta de dinheiro da empresa, saindo ainda como culpados pelas dificuldades pelas quais ela passa. Tedesco escreve com simplicidade, colocando nos diálogos palavras escritas como se falam, sem muitos “americanismos”.

Não são apenas os comuns funcionários que fazem parte de Contos da Mais-Valia & Outras Taxas. Porque para muitos, o sustento está no crime. Alguns contos envolvem aqueles contratados para matar, tendo que dar cabo da vida de algum outro funcionário qualquer, ou então aqueles que aproveitam as informações que recebem do trabalho para roubá-lo. Tudo em nome do negócio. São temas assim que envolvem contos como O Colono MediadorNo EstacionamentoPassagem para Caimã.

Paulo Tedesco retrata bem esse mundo “selvagem” do mercado de trabalho em Contos da Mais-Valia & Outras Taxas, com personagens comuns e problemas que todos enfrentaram ou que algum dia ainda terão que lidar nos negócios. Éticos ou não, são pessoas e situações corriqueiras, mas retratadas de forma atraente e reflexiva. Afinal, sabemos que a picaretagem nesse mundo existe, mas como a enxergamos realmente? São só mais uma forma de se manter na vida profissional ou motivo de condenação? A resposta para essa questão pode dizer muito sobre as personagens e também sobre o próprio leitor.