minha-luta

Já faz um tempo que Karl Ove Knausgård é bastante falado por aí. Quando o primeiro livro da série Minha luta saiu em inglês, foram resenhas atrás de resenhas elogiosas – fora o sucesso na Noruega, claro. Porém, mesmo com todo esse espaço na imprensa, a impressão é que muita gente não leu os livros dele – como escreveu Tim Parks nesse artigo do New York Review of Books, em que fala do argumento das vendas do livro para vender mais livros que não necessariamente serão lidos. Seria mais uma pura modinha? Acho que não. Já havia lido o primeiro livro no ano passado, mas queria escrever sobre os dois já lançados no Brasil ao mesmo tempo, então finalmente estou aqui levantando a mãozinha e dizendo “sim, eu li!”.

Minha luta é a série em que Knausgård narra toda a sua vida, ou pelo menos as partes mais importantes dela – eu sei, você pensou em Hitler com esse nome, mas esquece isso. Não é uma autobiografia, pelo menos eu não vejo como uma, mas sim uma história romantizada, cheia de memórias, “causos”, pensamentos e reflexões do autor sobre a literatura e a escrita. Não é um “eu sou essa pessoa e essa foi a minha vida”. Acho que vai bem mais além disso. Mas é só um cara escrevendo sobre coisas cotidianas? Sim, é, e é muito bom. Read more