Leitura da Semana: Londres, O Romance (II)

Agora só faltam 300 páginas do livro de Edward Rutherfurd. No último post, disse que o livro parece uma reunião de contos de várias épocas de Londres, e que cada um conta história de pessoas diferentes. Pois bem, os três último capítulos que li estão concentrados nas mesmas pessoas. Passam pelo reinado de Elizabeth I, Jaime, Charles I e Charles II (até agora, é isso). E são sempre as mesmas personagens, com o acréscimo de um ou outro. Essa parte esta sendo bem legal por mostrar de forma mais próxima o crescimento dessas famílias, e sem dúvida eles estão com mais destaque por conta dos fatos que aconteceram no século XVII.

É interessante notar também como o tom de um capítulo muda pro outro. O primeiro, intitulado O Globe, fala sobre os teatros,  tem um ar mais cômico, onde as personagens deixam a seriedade de lado e exaltam as artes cênicas. Inclusive com a participação de Shakespeare, claro. O capítulo seguinte, O Fogo Divino, fala da guerra civil entre os protestantes liderados pelo parlamento de Oliver Cromwell e o rei Charles I, onde a fé cristã é confrontada com a lealdade ao rei. O capítulo que comecei agora, mas que continua com praticamente as mesmas personagens, é O Incêndio de Londres, mas esse não li muito ainda, então não sei dizer se ele é muito diferente do capítulo anterior. E agora é continuar a leitura… =]