Leitura da Semana: O Vampiro Antes de Drácula (I)

Dei uma pausa na Leitura da Semana porque estava lendo um livro para a aula, e como não é literatura de ficção (o foco do blog), resolvi não incluí-lo aqui.

Na verdade ainda estou lendo esse livro (Os Elementos do Jornalismo, se alguém se interessar), e não me segurei e comecei simultaneamente O Vampiro Antes de Drácula.  O livro é uma antologia de contos sobre vampiros que fizeram parte da cena literária antes da publicação de Drácula, de Bram Stoker. Com contos de Edgar Allan Poe, Alexandre Dumas (pai), Lord Byron e do próprio Stoker, eles mostram como os vampiros foram retratados antes de Drácula.

A reunião dos contos foi feita por Martha Argel (doutora em ecologia) e pelo biólogo Humberto Moura Neto. Aficcionados pelo vampirismo, eles fizeram um amplo estudo para levantar a origem dos seres sugadores de sangue e de como sua imagem de galã sedutor e malévolo foi construída. É deles também a pesquisa e a tradução de alguns contos, que até então eram inéditos no Brasil. Então não só os contos é que fazem os livros, mas os organizadores  também apresentam toda a trajetória do vampiro na literatura até a chegada de Drácula, narrando suas origens e sua aceitação pela sociedade do final do século XVIII e século XIX.

Comecei o livro ontem, mas já digo que é uma leitura que vale muito à pena. Nesse boom que os vampiros tiveram nesse último ano, nada melhor do que voltar às origens, onde os vampiros ainda se transformavam em morcegos. Não só para não se perder em meio à tantas novas abordagens dos temas, mas reafirmar o mito, além de mostrar a constante mutação que a figura vampiresca sofre.

Resumindo, é um livro que está me encantando, desde o conteúdo até a capa (que eu simplesmente amei). Mais na resenha que está por vir.