Leitura da Semana: A Mão Esquerda da Escuridão

Estou retomando meu ritmo frenético de leitura, já que dei uma relaxada no mês passado por conta dos estudos. Para isso, escolhi um livro que me faça voltar a ter vontade e curiosidade de continuar virando suas páginas. Uma ficção científica cai bem nessas horas.

Então a leitura dessa semana é A Mão Esquerda da Escuridão, da americana Ursula K. Le Guin. O livro é de 1969, publicado aqui no Brasil no ano passado pela Editora Aleph. Genly é um enviado do Ekumen ao planeta Gethen. O Ekumen é uma “entidade”que reúne mais de 80 planetas, que visam a troca comercial e cultural entre seus habitantes. A missão de Genly Ai é convencer Gethen a aderir ao Ekumen.

Diferente de alguns livros do gênero, dessa vez o ser humano da Terra é o alienígena. O livro mostra sua luta para convencer o governo do planeta a aceitar sua oferta, e também nos apresenta um mundo completamente diferente. Gethen é conhecido como Inverno, por lá ser sempre frio. Seus habitantes são únicos: seres andrógenos, que no período do “cio” tomam características femininar ou masculinas. E toda essa nova forma de viver mostra como é possível lidar com essas diferenças, por mais estranhas que sejam.

Li ele sem parar o fim de semana todo, já estou quase no final. Então para não falar demais aqui, só digo uma coisa. A Mão Esquerda da Escuridão é aquele tipo de livro que desejamos durar mais, porque ele é tão bom que não dá para largar, e em poucos dias terminamos.