Leitura da Semana: O Baile das Lobas, Volume I: A Câmara Maldita

Mais uma releitura. É isso o que acontece nas férias, com as bibliotecas fechadas. Não é reclamação nao. Assim aproveito para reler aqueles livros que tiveram seu valor quando eu ainda não resenhava.

O dessa semana é O Baile das Lobas, da francesa Mireille Calmel, publicado no Brasil em 2004 pela Nova Fronteira. Faz mais de um ano que o li, e não lembro muita coisa dele. Comprei na Feira do Livro de Porto Alegre. Custava R$ 15,00, tinha uma capa bonitinha e uma sinopse interessante. Peguei. E sei que gostei do livro. Era uma leitura simples, com alguns clichês, mas bom para matar o tempo.

A história é mais ou menos o seguinte: Isabel era uma linda (e indefesa) camponsa que despertou o desejo de Francisco de Chazeron, senhor de Vollore. Isabel, prestes a se casar, foi “intimada” a comparecer nos aposentos de Francisco logo após a cerimônia, para consumar a permissão da união dela com seu amado. Incorfomados, os noivos tentam fugir, mas seu marido é enforcado em sua frente, enquato Isabel é submetida à tortura e violência de Francisco. Machucada e sem o mínimo de vontade de viver, ela é deixada para servir de alimento aos lobos.

Mas Isabel sobrevive, justamente por causa da “amizade” de sua família com os animais. Um antigo rito os ligara aos lobos, fazendo com que algumas mulheres se transformem nesses animais em noites de lua cheia. Isabel se isola em uma caverna em meio a mata, onde cria sua filha, fruto dos abusos de Chazeron, e planeja vingança juntamente com sua irmã mais nova, serviçal do castelo.

O que estou lendo é o Volume I: A Câmara Maldita, e até agora não consegui o segundo. Então minha maior curiosidade é saber como essa vingança termina. É uma leitura boa, leve, e continua sendo assim. Gosto como Calmel caracteriza suas personagens e monta a história relatando apenas o que interessa, sem se estender em descrições de lugares ou fatos.

Em breve a resenha dessa (re)leitura estará no Ambrosia e, logo depois, aqui, no r.izze.nhas.