Leitura da Semana: O Grande Livro de Histórias de Fantasmas

Título pouco interessante esse, não? O Grande Livro de Histórias de Fantasmas acabou de ser lançado aqui no Brasil pela Suma de Letras, selo da editora Objetiva. Recebi o livro para resenhar para o Amálgama, então tenho 15 dias pra ler, degustar e resenhar. Ou seja, essa semana, e provavelmente a próxima, será toda dedicada a ele. Que tortura… Sentiram o sarcasmo?

O Grande Livro foi idealizado pela Virago Press, editora inglesa que publica somente livros escritos por mulheres. São 31 contos de autoras do século XIX ao XXI, organizados por Richard Dalby em ordem cronológica. É um desses livros que tu sonha em ter por ele reunir boas histórias sobre um assunto que te chama a atenção.

As autoras são Charlotte Bronte (e a trema que me foge), May Sinclair, Edith Wharton… enfim, não dá para colocar o nome de todas aqui. Mas são mulheres, apenas mulheres. Acho que deu pra pegar o espirito da coisa (sem trocadilhos). Vão de escritoras com renome em histórias de horror até aquelas que se aventuraram uma ou outra vez por essa área.

Não li muito ainda, pois o recebi ontem, mas já estou adorando. Tanto que até tive pesadelo com fantasmas ontem à noite. Ou seja, os contos são ótimos, deixam aquele ar perturbador que só as boas histórias de horror conseguem deixar.  Um livro agradável de se ler e, ao mesmo tempo, tenso. Só  fantasmas para conseguir isso, mesmo.