Leitura da Semana: Um Louco Sonha a Máquina Universal

Da poesia aos números, a leitura dessa semana é Um Louco Sonha a Máquina Universal, da cosmologista Janna Levin, publicado aqui pela Companhia das Letras. Obcecada pelos matemáticos Kurt Gödel , que formulou o teorema da incompletude,e Alan Turing, um dos “pais” da computação, a física faz uso da literatura para narrar a vida dos homens que figuram entre as mentes mais brilhantes da nossa época.

Mas não são de números que o livro é feito. A narrativa de Janna mostra as difuculdades e peculiaridades desses dois homens. A busca pela verdade que ambos queriam e que marcaram suas vidas. Paralelamente, a autora situa o leitor na Áustria e na Inglaterra nos anos que marcaram a história do mundo.

De livros que tratam de ciência e coisas relacionadas à ela eu sempre espero uma narração presa, objetiva. Mas Janna Levin retrata,nesse início de leitura a história de Gödel e Turing de forma lírica, dando sentimento aos personagens, decifrando suas emoções.  Por enquanto, a genialidade dos matemáticos está em um segundo plano, com os comportamentos e relações sociais de cada um figurando como trama principal. Uma leitura que está se mostrando simples, mas repleta de significado.