Campeonato Gaúcho de Literatura – contos em campo

Com o objetivo de divulgar autores gaúchos no próprio estado e dar mais visibilidade para seus livros, autores, jornalistas e pessoas ligadas à literatura organizaram um “evento” muito bacana. É o Campeonato Gaúcho de Literatura, que confronta livros publicados em 2008 e 2009 para escolher o melhor, o com mais técnica, com os melhores “jogadores”… Enfim, o com a história mais envolvente e mais bem feito. E quem vai julgar isso? São várias partidas que definirão os classificados para a grande final, e juízes vão apitar os jogos, ou melhor, fazer resenhas. Legal, não é? Legal também é que eu, Taize Odelli, fui escolhida para ser um dos juízes do CGL!

Organizado por Ana Mello, Carlos André Moreira, Daniel Weller, Fernando Ramos, Luciana Thomé, Marcelo Spalding e Rodrigo Rosp (o idealizador), o campeonato tem início no mês que vem, para coincidir com a Copa 2010. As partidas se estendem até dezembro, e as resenhas vão ser publicadas no site oficial do Gauchão de Literatura (em breve no ar). Apenas o gênero conto faz parte desse campeonato. Os juízes devem avaliar o enredo dos livros, estilo do autor e até a parte gráfica da obra e compará-las. Sim, a escolha dos melhores é bem subjetiva, altamente influenciada pelo gosto do resenhista. Por isso, é pedido que não se resenhe livros de autores que tenham alguma ligação de amizade ou outra relação próxima com o juíz.

Por fim, a resenha deve conter um placar que aponte um vencedor, que vai ser classificado para a próxima etapa. E assimvai até termos um campeão. Eu realmente adorei a iniciativa, e fiquei extremamente feliz e lisonjeada por ter sido convidada a participar. O Gauchão é uma atividade que pretende discutir a produção de contos no Estado, como disse o próprio Rodrigo Rosp para o jornal CineSemana, incitando a interação entre leitores e críticos.

Então fica aqui um pedido: acompanhem o Gauchão, conheçam as obras, discutam elas e, o principal, divirta-se com o nosso futebol literário!