Leitura da Semana: O Ladrão de Raios

Finalmente comecei a ler a saga de Percy Jackson e os Olimpianos! Os livros de Rick Riordan já são uma febre da literatura infanto-juvenil, com 4 volumes publicados aqui pela Intrínseca e o quinto previsto para ser lançado em julho. A história de Percy, um adolescente semideus, é aclamada como o novo Harry Potter, com a diferença de que é a mitologia grega a responsável pela “magia” do livro. Mas semelhanças existem sim, e foi por isso que fiquei tão curiosa quanto aos livros.

A leitura dessa semana, então, é o primeiro volume da série, O Ladrão de Raios. Aqui conhecemos Percy Jackson, que dá início aos seus estudos e vida de semideus. Percy chega ao Acampamento Meio-Sangue bem no meio de uma tormenta: Zeus e Poseidon estão em uma constante luta desde o Natal, quando o raio mestre do deus dos deuses foi roubado. Ele pensa que o culpado é Poseidon, mas como um deus não pode invadir o território de outro, a culpa recai sobre Percy, seu filho recém descoberto. E o que fazer quando uma horda de monstros e o maior dos deuses decide te matar? Desfazer o mal entendido, claro. Assim, Percy parte para o Mundo Inferior atrás do raio de Zeus, tendo que entregá-lo até o solstício de verão, o que na história corresponde a daqui a 10 dias.

Ufa.. meio corrida a sinopse, mas é bem isso aí. Percy é um garoto de 12 anos super perspicaz. Nunca foi exatamente inteligente, pois sua condição “pouco normal” o atrapalhava muito nos estudos. Mas no Acampamento Meio-Sangue ele mostra todo o talento que tem. Ainda não cheguei na metade do livro, mas já simpatizei com o protagonista (embora faltem umas poucas características para que eu realmente me afeiçoe a ele). Está sendo fácil e divertido de ler, o que é obrigatório para um livro infanto-juvenil.

Logo a resenha estará por aqui!