Leitura da Semana: O Lobo das Planícieis

A Feanari, do Blablabla Aleatório, só pode ser doida. Esperou dias, se programou, faltou às aulas para conseguir ir na Bienal do Livro de São Paulo e pegar um autógrafo do escritor Conn Iggulden. Ela conseguiu, e o que faz? Empresta o livro. Okay, nem todo mundo é paranóico com empréstimos literários, mas acontece que esse livro está a milhares de quilômetros dela. Trata-se de O Lobo das Planícies, primeiro livro da série O Conquistador, publicado pela editora Record, cujos exemplares estão lá, na minha mesa, guardadinhos para evitar danos. Tudo que eu não quero é despertar a ira da Feanari.

Comecei O Lobo das Planícies já na semana passada, e cheguei só na metade. Explico: estou lendo apenas em casa para não correr o risco de danificar os livros, afinal, ele está autografado pelo Conn Iggulden! Ele já é grande, então as leituras apenas noturnas fazem com que demore mais para terminar. A serie O Conquistador conta a história do líder Gêngis Khan, que unificou as tribos mongóis no século XIII. O primeiro livro conta a infância do imperador, então conhecido como Temujin. Ainda entrando na adolescência, ele, sua mãe e seus irmãos perdem Yesugei, cã da tribo dos lobos e chefe da família. Largados pelo novo cã, eles sobrevivem ao rigoroso clima, e Temujin jura um dia vingar o assassinato do pai e tomar a tribo de volta.

Eu já sabia que essa leitura seria demorada por conta do tamanho do livro e do pouco tempo que tenho para lê-lo, mas não pensei que exigiria tanto. Iggulden narra detalhadamente, no melhor estilo Tolkien, então é um livro bem arrastadinho. Mas para quem gosta de ver minusciosamente aspectos históricos e, principalmente, se aprofundar nas personagens, não há jeito melhor de narrar.

Também comecei hoje Portal 2001, quinto exemplar da “revista” Projeto Portal organizada por Nelson de Oliveira, que reúne diversos autores nacionais e seus contos de ficção científica. Para lembrar, resenhei a quarta edição, o Portal Fundação, há um tempinho.

Então é isso! Espero terminar O Lobo das Planícies pelo menos no fim de semana, e daí continuar com o resto da série (já que a Feanari me mandou os três livros, heheeh). E Mari, prometo devolvê-los inteiros e, tomara, logo!

Boa semana e boa leitura pra todos!