Leitura da Semana: Rio Abaixo

Uma semana na expectativa por um feriadão que não terei. Triste, né? Sim, triste, ainda mais que chegaram mais livros do que eu previ na semana passada. Eram pra ser só dois, vieram seis e mais um de presente. Ou seja: um livro pra cada dia da semana. Impossível! Mas aí também reside minha profunda alegria, afinal, to cheia de material. Entre os que vieram estavam Bilionários Por Acaso, que terminei nesse fim de semana, e Rio Abaixo, que estou lendo agora, um lançamento da editora Record para resenhar no Meia Palavra.

Rio Abaixo é o segundo livro de John Hart, e conta a história de Adam Chase, um jovem que viu coisas horríveis quando era criança, coisas que marcaram sua vida. Ele foi acusado de homicídio, foi absolvido e expulo de casa pelo pai aos 23 anos. Cinco anos depois, ele volta à sua cidade natal para resolver as coisas, só que mais tragédias acontecem. Ou seja: um dramalhão onde o protagonista só se ferra. E por isso mesmo me interessei pelo livro.

Tenho boa experiência com livros assim. Um exemplo é Uma Crença Silenciosa em Anjos, um dos meus favoritos, então logo achei a história de Rio Abaixo promissora. Li até a página 100 (são mais de 370), e aos pouquinhos coisas do passado de Adam vão sendo reveladas enquanto ele se envolve em novos problemas. Ainda é cedo para decidir se o livro é bom ou não.

Feito, então. Esse livro vai me ocupar por alguns dias. Vale lembrar que essa semana começa a Feira do Livro de Porto Alegre, que pretendo visitar – apesar do calorão que sempre faz nesses dias – e consequentemente escrever algumas impressões sobre ela aqui. Boa semana para todos!