Leitura da Semana: Os Últimos Dias dos Romanov

Uma coisa bem bacana aconteceu hoje no trem enquanto eu vinha pro trabalho. Já deve ter acontecido com muita gente, mas comigo não, e também é uma coisa que eu nunca esperaria que acontecesse lá na terrinha natal. Uma mulher senta do meu lado e pergunta: “Eu tava olhando o livro que tu ta lendo, é sobre aquela família russa que foi assassinada, né?” Deu vontade até de abraçar a moça pelo interesse e curiosidade por um livro. A tal família assassinada eram os Romanov, os últimos da dinastia que comandou a Rússia por 300 anos. E o livro é Os Últimos Dias dos Romanov, da historiadora inglesa Helen Rappaport.

O ex-czar Nicolau Romanov, sua esposa Alexandra e os cinco filhos Olga, Maria, Tatiana Anastasia e Alexei foram fuzilados na noite de 16 de julho de 1918, em Ecaterimburgo, onde eram mantidos presos depois revolução bolchevique. A história desse massacre assusta pela violência e também pelo mistério por trás da morte. Tudo foi muito sigiloso, e até o último momento os Romanov acreditavam em um resgate. Publicado pela editora Record, Os Últimos Dias dos Romanov fala das últimas duas semanas de vida do ex-czar e sua família, a relação com os guardas e tudo o que esteve por trás de seu assassinato.

Não sei se Helen Rappaport vai tratar das lendas por trás desse episódio, que contavam que a filha mais nova de Nicolau, Anastasia, teria sobrevivido ao massacre e se escondido. Uma impostora até surgiu e alegou ser Anastasia, mas tudo foi desmentido, e a lenda teve um ponto final em 2007, quando foram encontrados os últimos corpos dos filhos assassinados. Mas mesmo sem lenda, a história dos Romanov cativa pela bondade e fé da família, que inclusive foram canonizados, todos, como santos russos. Até hoje o país tenta se redimir pela brutalidade da morte do czar. Estou só no comecinho mesmo do livro, em que Helen faz um panorama geral sobre a revolução na Rússia e a ida da família real para Ecaterimburgo, depois de meses em prisão domiciliar.

A resenha de Os Últimos Dias dos Romanov vai ser publicada na semana que vem, lá no Meia Palavra e aqui, claro. Boa leitura!

Ps.: Esqueci de falar, mas o interesse pelos Romanov surgiu depois de ler esse livro aqui. Recomendo!