Existem temas que cativam leitores de todos os estilos, envolvendo em narrativas que encantam ao mesmo tempo em que assustam. Ou será que o encanto vem justamente dos sustos? Estou falando das histórias de fantasmas. O relato de alguma aparição, pelo menos, todo mundo já ouviu, esse é tema recorrente em rodas de conversas. Fantasmas prendem até aqueles que dizem não gostar do assunto, contribuindo para que as histórias sejam tão propagadas e ouvidas. Agora, adoradores do sobrenatural conseguiram uma boa fonte de “causos” fantasmagóricos: O grande livro de histórias de fantasmas.

Mais um livro da Não Editora caiu em minhas mãos. E para não fugir da tradição, é mais um livro bom. E de contos. Trata-se de Fora do Lugar, um dos recentes lançamentos da cena literária gaúcha. O livro é a segunda publicação de Rodrigo Rosp, que em 2007 lançou A Virgem que não Conhecia Picasso. Bem humorado, de uma maneira bem cafajeste (classificação minha), o autor apresenta diversas histórias que chegam a beirar ao absurdo.

Se minha última resenha era sobre contos trágicos, porém cômicos, o livro do qual falo agora é parecido em apenas um aspecto: continua trágico, mas nada engraçado. Raiva nos Raios de Sol, segundo livro de contos de Fernando Mantelli, é violento, cruel e agonizante. Também publicado pela Não Editora, a obra acabou de receber o Prêmio Açorianos de Literatura 2009 de Melhor Capa.

Livros de contos sempre são recomendados para aqueles que gostam de uma leitura rápida e descompromissada. Nunca me interessei muito pelo gênero, mas depois de enveredar por alguns contos de terror e humor acabei me encantando. Principalmente depois de ler aqueles produzidos pelo Clube da Leitura da Baratos da Ribeiro. Agora tenho outro queridinho na lista de contos. Trata-se de Veja se Responda essa Pergunta, de Alexandre Rodrigues, publicado pela Não Editora.

clubedaleituraEu não conhecia o Clube da Leitura da Baratos da Ribeiro. Na verdade, nem conhecia a Baratos da Ribeiro. Sou catarinense, moro no Rio Grande do Sul, nunca pus os pés no Rio de Janeiro. Passei a conhecer isso tudo com o livro Clube da Leitura: Modo de Usar, Vol. I, que o Camino me enviou. O livro reúne os contos produzidos dentro do clube, frutos de uma competição bem organizada, que partem de um trecho de algum livro lido nas reuniões. A imaginação dos autores transforma esse trecho em pano de fundo para suas criativas histórias.