Ontem uma notícia indignou blogueiros de todas as áreas, e principalmente das que tratam de literatura.  Denise Bottmann, tradutora  e autora do blog Não Gosto de Plágio, foi processada pela editora Landmark por apresentar indícios de que houve plagio de tradução em um de seus livros. Eu vi a notícia primeiro no Livros e Afins, e logo ela se espalhou por diversos outros blogs que apoiam a iniciativa da blogueira.