No dia 21 de abril de 1910 a literatura perdeu um de seus grandes autores: o escritor americano Mark Twain. Fazem 100 anos que o criador de Tom Sawyer e Huckleberry Finn foi-se dessa para, talvez, melhor. A Alinde, em seu blog, linkou a homenagem muito boa que o Blog da Cultura fez na data, falando sobre a obra de Twain e também de sua vida. Eu não li muitos de seus livros, apenas As Aventuras de Tom Sawyer e Dicas Úteis Para uma Vida Fútil. Esse último foi o primeiro lido, e foi com ele que simpatizei com Twain.

Estava pesquisando coisas interessantes aqui para o r.izze.nhas e me deparei com um texto muito bom sobre livros ironicamente proibidos de serem vendidos, a maioria nos EUA. O artigo é do site 11 Points, de Sam Greenspan, que se destina a fazer listas, tipo um Top 10, só que com 11 itens, óbvio. Não vou fazer uma tradução do texto, até porque meu inglês é bem ruinzinho, mas dar uma geral do  sobre os livros censurados da forma mais… irônica.