A pergunta que sempre me fazem, seja aqui no blog, na newsletter, no Curious Cat, whatever, é qual é o meu livro favorito. Já fiz várias listas e pensei em várias obras que poderiam entrar ou sair delas, pois realmente não é fácil escolher. Faço uma lista mesmo pela impossibilidade de escolher O Favorito: há muitas histórias que amo, e cada uma tem aquele elemento particular que a torna diferente da outra, e não sou capaz de eleger só um.

O programa Espaço Aberto, da GloboNews, dedicou uma edição somente sobre o tema literatura. E o assunto tratado foram as mudanças no cenário na primeira década do século XXI: o que melhorou, que escritores surgiram, que movimentos conquistaram os leitores e os melhores livros publicados nesses 10 últimos anos. Não tenho tanto tempo assim de leitura (não assídua do jeito que sou agora), então meus comentários sobre o que foi dito no programa não devem ser muito relevantes, mas gosto de fazer esse exercício de refletir sobre o que está sendo feito no mercado editorial. E, claro, compartilhar o programa aqui, já que o assunto é de extrema relevância.

Não tem como escapar das retrospectivas quando o fim do ano se aproxima. Reavaliamos tudo o que fizemos durante o ano, lembramos das conquistas e eventuais derrotas, atribuímos notas e qualidades pelos 12 últimos meses que vivemos. Como leitora, não poderia deixar de rever tudo o que li em 2010 e fazer aquela listinha dos melhores. Foram muitos livros lidos (mais de 80), um recorde não planejado, e muitas coisas novas entraram para a lista.  Por isso, resolvi colocar aqui os cinco livros que li e mais gostei esse ano.