Nesses tempos onde vampiros brilham no sol, ou moram em Dallas e bebem sangue sintético, ou então estudam em escolas especiais para imortais, uma história envolvendo outros seres que não sejam os dentuços chega com certo alívio. Finalmente alguém mudou o foco dos vampiros para alguma outra coisa tão interessante quanto. Contudo, a essência não muda: são romances repletos de paixões adolescentes avassaladoras que não trazem nada mais ao leitor além de uma empolgante história de amor. Sussurro, da americana Becca Fitzpatrick, mantém esse rumo na sua trama que troca vampiros por anjos caídos.

Alguns livros nos enganam. Sua sinopse nos diz que iremos ler uma história completamente diferente daquela que nos é dada. Esperamos certas características por conta dessa prévia,  talvez por um certo preconceito, devo dizer. Com O Retorno, romance de Victoria Hislop lançado pela editora Intrínseca, é assim. Esperei um livro água com açúcar que explora unicamente os sentimentos e universos femininos e acabei lendo uma trama intensa repleta de traumas e tristezas. Logo, foi um engano bom.

Riqueza e materialismo fazem parte da vida de alguns jovens em qualquer parte do mundo. Filhos de pessoas de respeito e com uma conta bancária recheada, são adolescentes que estudam em escolas particulares, saem quase todas as noites para festas, consomem o que querem e vivem uma vida que chamamos de fútil. Geralmente, eles tem um futuro brilhante traçado passo a passo. Porém, um ou outro às vezes joga esse futuro em um abismo, onde a riqueza até pode dar uma mão, mas não vai impedir que suas vidas fiquem marcadas pela exposição que tiveram. São jovens assim que encontramos em Aconteceu em Blackrock, do irlandês Kevin Power.

Na rica e exuberante Monte Carlo, na província de Mônaco, o número de policiais nas ruas é maior que o número de crimes. Toda essa paz que envolve a cidade se esvai de um dia para o outro, depois de uma ligação feita para o programa mais ouvido da rádio local. Um e nenhum, ou Ninguém, compartilha com Jean-Loup, o DJ da rádio, sua angústia, e diz também o que faz para se livrar dela. Ele Mata. Uma música toca e a ligação se encerra. E então ele pasa a matar, deixando sempre uma pista através da música.

Uma linda jovem na escola se apaixona pelo cara mais bonito e misterioso. O amor entre os dois cresce, os consome e um se torna a coisa mais importante para o outro. Ela é uma humana, e ele um vampiro. Não importam os segredos e as privações que ambos terão de passar. O amor é maior que tudo isso. Já ouvimos essa história antes, não? Já, e alguns até estão cansados dela. Mas essa é diferente. Pelo menos melhor que aquela que imaginamos primeiro.

Em 1500, na França, Isabel estava prestes a se casar e fugir com seu noivo para não ter que se submeter à Francisco de Chazeron, senhor de Vollore, em plena noite de núpcias. Porém, a fuga não dá certo. Isabel é capturada, e vê seu marido morrer tentando salvá-la. Ela é castigada por Chazeron, que a deixa à mercê dos lobos famintos. Mas Isabel não é uma mulher comum. Sua família tem o sangue dos lobos correndo nas veias, e ela se refugia em uma caverna com eles. Seu único desejo agora é se vingar. E depois de 15 anos, esse desejo persiste.